sexta-feira, 29 de maio de 2009

Projecto Pterosaur

Ultima chamada para se juntarem à fabulosa expedição do Dr. Richard Paley, professor de Divindade e Teobiologia (o que quer que isso seja) na Fellowship University. Se o seu currículo não vos impressiona, então talvez a sua ideia genial vos faça perder o amor ao dinheiro e apostar neste projecto.O projecto de que falo é o Project Pterosaur que consiste basicamente em organizar uma expedição para procurar um espécime vivo de um pterodáctilo (sim leram bem) para provar aos evolucionistas que a sua teoria está completamente errada e que a teoria creacionista é a que melhor descreve a natureza. Caso não saibam, o museu creacionista, localizado em Cincinnati no Ohio apresenta o planeta terra como tendo sido criado ao mesmo tempo que o resto do universo e apenas à cerca de 6000 anos, em vez dos 4.5 mil milhões de anos (o big bang deu-se à 13.7 mil milhões de anos). Segundo o creacionismo, humanos e dinossauros viveram ao mesmo tempo, e estes foram extintos aquando do grande dilúvio (deviam ser grandes demais para caber na arca).
Com este projecto, os seus proponentes esperam atingir 3 objectivos
  1. Suportar a teoria criacionista mostrando que a teoria da evolução está errada.
  2. Educar a população acerca da teoria criacionista.
  3. Criar entusiasmo acerca da teoria da criação e da Biblia na população.
A ideia geral é caçar uns pterodáctilos para depois fazer uma espécie de parque jurássico onde se possam reproduzir para poderem ser expostos em igrejas e sedes de grupos religiosos.
Será que estas pessoas não aprendem nada com os filmes de Hollywood??

3 comentários:

Vasco Gaspar disse...

HAHAHAHA!!!! Fantástico!!! Onde é que asssino?

margarida disse...

=D
também quero saber onde posso aderir =P

Joao disse...

Que gente mais doida. Ainda aparecem aí com morcegos das seychelles a dizer que são pterodactilos.